Snbsp;

sábado, 21 de janeiro de 2012

0

Jornada SPFW - Segundo Dia

Continuando a nossa descrição minima e diária do São Paulo Fashion Week, hoje um pequeno resumo das marcas Pedro Lourenço, R.Rosner, o grande Alexandre Herchcovitch, Iódice e Triton.

PEDRO LOURENÇO
Diretor de criação é o Pedro Lourenço, sua inspiração para essa coleção foi uma viagem feita por Pedro à China. A marca trouxa as linhas e formas mais secas e geométricas sempre remetendo a algo vazio, o que as cores gelo, nude e azul também ajudaram.























R. ROSNER
Diretor de criação: Rodrigo Rosner. A inspiração veio de um livro sobre mariposas, que de acordo com Rosner seria o lado "dark" da borboleta. Os tecidos e as formas que ele usou trouxeram bem esse lado da mariposa, os longos desenhavam claramente o corpo e alguns iam até o pescoço. Os tecidos de organza e renda fizeram ótimas combinações. Dentro da coleção é possível perceber a transparência e o brilho que são fortes tendências e que nós já postamos anteriormente no blog aqui e aqui.


Não sei se só eu, mas a coleção ousada de R. Rosner me lembrou também fortemente à Lady Gaga. 

ALEXANDRE HERCHCOVITCH
A coleção de Herchcovitch foi mais sólida e menos ousada. Não há inspirações. Nas palavras do próprio: “São formas e cores muito clássicas; meros exercícios de construção, acabamento e inovação de materiais”. Alexandre juntou dois universos opostos: o excesso do dourado com o minimalismo das formas. “Como não sou minimalista por natureza, este é o resultado final”.
Fiquei um pouco decepcionada em relação à inovação, porém ele realmente trouxe um desfile para o público leigo, não há muito o que decifrar e as cores não trazem uma briga. Eu sinto como se ele estivesse tentando trazer o inverno no mais clássico possível de volta às ruas. 



IÓDICE
Diretor de criação é Waldemar Iódice e conseguiu ser minha marca favorita da noite. Ele se inspirou em um glam rock baseado no livro "Rock and Royalty" de Gianni Versace. Ele usou bastante mini vestidos e optou por muito preto, ouro rosado e bege. As estampas de cobra também estiveram presentes. O que me chamou a atenção foram as gladiadoras voltando na coleção. 
Pra variar um pouco resolvi colocar um video do desfile e trouxe vestidos realmente lindos. 

                                   

TRITON
Direção criativa de Karen Fuke inspirada num mix de olhar jovem brasileiro e cenários europeus como as abóbodas de notre-dame. Looks que trouxeram bastante a alfaiataria . O modo nada óbvio de usar referências college deu um ar rap-chic, valorizado com o preciosismo nas modelagens, em looks inteiros ou coordenados, alguns estilo pijama, outros combinados com jaqueta bomber. 
Os sapatos me chamaram bem a atenção e trouxeram uma aparência mais vinil, os look ao meu ver são versões vintages grunges europeias traduzidas pra um olhas abrasileirado, ou seja com missangas e pedras deixando tudo com um toque de brilho.





















 

























Comentário(s):

*APLICATIVO DO FACEBOOK*
Comentários
0 Comentários
*FIM*

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...